5.15.2014

Excesso de velocidade.

Cada vez há mais crianças apelidadas de hiperactivas. Não sou médica, não percebo, mas sou mãe e tenho o direito a opinar. Para mim existem sim crianças hiperactivas. Acredito que há diferentes hiperactividades e diferentes razões para esse diagnóstico. Há crianças apelidadas de hiperactivas porque simplesmente não têm atenção por parte dos pais, vivem largadas. Outras há em que não existe estabilidade familiar, que crescem com um historial de vida pesado, apesar da tenra idade. Outras serão por personalidade, crianças vivas, que nos dão cabo da paciência, que são difíceis de lidar, de "domar". Nem falo na medicação que lhes é imposta... Acho uma crueldade extrema. Mas repito, não sou médica, desconheço termos, pormenores, etc, etc. Tudo isto para vos contar o que hoje vi e me fez sorrir. Na rua, um casal rastafari, com um bebé, num ergobaby, às costas. Aquele casal passou-me uma paz que me fez sorrir. Fiquei com vontade de caminhar com eles. O bebé dormia pacificamente, enquanto os pais deambulavam pela cidade, de mapa na mão. Pensei: Alguma vez esta criança terá diagnóstico de  hiperactividade?! Duvido! Aquela paz também era dela e ela passava-a. 
Por isso penso, por nós, pelos nossos filhos, vamos desacelerar. Ok? A vida já é curta demais, quanto mais vivendo em excesso de velocidade. 
img.: Calvin & Hobbes

12 comentários:

  1. Ui, vai sair um post curto sobre isto :) Gostei!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada! Finalmente escrevi alguma coisa de jeito! Ufa! :P
      Beijocas <3

      Eliminar
  2. É mesmo, hoje em dia precisamos mesmo de desacelerar... :( ... mas para mim hoje ainda não é o dia :S

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Precisamos mesmo. A sociedade às vezes leva-nos à loucura.
      Beijocas <3

      Eliminar
  3. Acho que há crianças (ponto). Também não concordo com alguns diagnósticos e muito menos com a medicação. Já li artigos que mencionam que ritalina causa dependência e essas crianças num futuro poderão ser consumidores de cocaína.
    Cada um fará o que entender. E respeito.
    Mas eu acho que a maior parte dessa hiperactividade tem a ver com muitos outros factores e que muitos pais é que precisavam de tratamento e de terem a capacidade de viver em paz.
    :)

    ResponderEliminar
  4. Respostas
    1. Se o forem, são maravilhoso! :)
      Beijinhos <3

      Eliminar