8.29.2014

Sou e estou feliz.

Ontem, ao assistir à entrevista da Judite ao CR, chorei. Imaginei, aliás, acho que conseguimos ver, o esforço daquela mulher, ao dizer aquelas palavras... A tremer imenso, com a voz insegura, ia fazendo as perguntas... Mas aquela não é a Judite de outrora, nunca será. Deve ser uma dor imensa pela qual espero nunca passar. Dói cá dentro, sentimo-nos pequeninas, sentimos náuseas só de pensar, só de assistir a estas histórias de vida...
Muita força à Judite, que consiga viver os dias da melhor forma possível. Porque acredito que seja difícil continuar a viver.
Temos de agradecer a sorte que temos na vida, agradecer a vida feliz que temos. Ver o bom, a preciosidade dos momentos simples da vida. Amar. Beijar. Abraçar. 
Sou e estou feliz. 
Bom fim-de-semana, minha gente.

10 comentários:

  1. Eu ainda não vi, mas vou ver. Não consigo sequer imaginar a dor dela, nem me apetece falar sobre assunto porque tenho as hormonas contra mim.
    Bom fim de semana para vocês. Sejam sempre felizes e abençoados!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, as hormonas são tramadas. :)
      Beijinhos, família linda. <3

      Eliminar
  2. Eu não vi nem quero ver, precisamente para não me emocionar.

    ResponderEliminar
  3. É isso mesmo amiga. Naquela entrevista fomos todos Judite e conseguimos enviar lhe uma corrente de energia muito grande.
    beijinho grande para ti
    já estou na minha lisboa
    <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que sim, que tenhamos conseguido enviar essa onda de positivismo. O dia-a-dia daquela mulher não deve ser nada fácil.
      Beijocas e bom regresso à metrópole! ;)
      <3

      Eliminar
  4. Quero muito ver essa entrevista. Beijinho :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vê sim.
      Beijinhos :)
      Ah, e bem-vinda! ;)

      Eliminar