4.02.2014

Soco.

A perda. É uma coisa que custa falar, com a qual custa lidar. Mais ainda quando chega de rompante, como um soco seco, sem conseguirmos reagir. Mãe de três, o mais novo com quase dois anos. Um despiste, um acidente, morte imediata. E pronto, acaba-se assim uma vida. Que coisa parva, pá! Dá uma revolta e, ao mesmo tempo, um medo. São aqueles medos que nos fazem pensar, e se... Mas que logo enxotamos, Xô maus pensamentos. 
Muita luz para a pessoa e para a família. 

10 comentários: